Fortalecendo Organizações e Apoiando Lideranças

100% Complete (warning)

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Placeat ullam impedit, quo, incidunt molestias sit maiores atque commodi omnis porro magni suscipit explicabo possimus ut veritatis nihil. Quo, non, iusto!

Donate

O Fundo CASA trabalha para fortalecer a democracia, aumentando o alcance da voz e a capacidade de articulação de grupos comunitários e associações que trabalham não só com mecanismos de participação política, mas também com as estratégias que permitam a criação de influência crítica, além de monitorar e questionar as políticas públicas.  Apoia entidades que propõem e demonstram a viabilidade de  alternativas às políticas existentes.

Empoderamento dos pescadores em Miranda – MS

O projeto de Fortalecimento Institucional realizado com a Associação de Pescadores Artesanais de Miranda – MS permitiu não só a expansão da sede da associação, mas também articulações importantes. A parceria estabelecida com o Conselho Regional de Emprego possibilitou a Associação de Pescadores ser a primeira de Mato Grosso do Sul com autonomia para conceder o seguro-desemprego. Uma centena de pescadores conseguiu o seguro-defeso a partir de 2007. O presidente Liezé Xavier, participou de políticas públicas, discussões e comissões em MS. Após o apoio do Fundo CASA e a construção de projetos, Liezé foi convidado para ser conselheiro do Conselho Consultivo da Reserva da Biosfera do Pantanal.


Fortalecimento de capacidades: Nascimento de novas organizações e a sobrevivência de projetos importantes, o resultado é um verdadeiro envolvimento das pessoas nas soluções de seus próprios problemas e maior autonomia de suas comunidades.


Madeira Vivo em Rondônia

O Fundo CASA notou a importância de uma organização em Rondônia com alcance político e ambiental acima da média, por este motivo, apoiou a criação do Instituto Madeira Vivo – IMV. Hoje, a entidade é uma referência para a região, trabalhando na defesa dos rios e córregos da Amazônia. Analisa criticamente e questiona a lógica por trás do desenvolvimento que tem sido implementado na região, propondo soluções mais adequadas, com base técnica e estudos científicos.

O IMV informa a população e facilita o envolvimento da sociedade local na discussão das questões que provocam impacto direto. Para isso, tem produzido há anos um programa de rádio que é transmitido para comunidades florestais de toda a Amazônia, mantendo essas comunidades remotas informadas sobre temas que afetam suas vidas.  Um serviço comunitário também apoiado pelo Fundo CASA.


Fortalecimento Institucional: pequenos investimentos que geram grandes resultados.


Fortalecimento na fronteira agrícola de Mato Grosso

A compra de um computador e outros materiais permitiram o fortalecimento institucional da Organização Luverdense Ambiental – OLUMA, localizado em Lucas do Rio Verde (MT), região de fronteira agrícola onde o agro negócio avança a todo vapor. Os equipamentos conseguidos através do apoio, foram usados para produzir informação para alertar a comunidade sobre as graves questões que a afetam.

A organização conscientizou a comunidade, através de seminários, sobre os problemas sócio-ambientais da região.Trabalhando em rede, a OLUMA estabeleceu parcerias com entidades de pesquisa para participar de importantes investigações sobre o impacto que o uso de pesticidas na agricultura que causa sérios danos ao meio ambiente e à saúde humana.

Fórum Suape: uma crítica ao modelo de desenvolvimento insustentável

O Fórum de Suape é fruto de um encontro promovido pela sociedade civil e movimentos sociais que reuniu militantes de entidades, organizações, movimentos sócio-ambientais, estudantes, pesquisadores, moradores do entorno de Suape, entidades locais, estaduais e também nacionais. Todos com o mesmo objetivo: analisar criticamente o modelo de desenvolvimento adotado pelo Estado na construção do Complexo de Suape.

Segundo dados oficiais, foram investidos no Complexo mais de 60 bilhões de reais, recursos públicos e privados. Montante que poderia ser mais bem aplicado e distribuído em empreendimentos descentralizados, menores, sustentáveis, atingindo um número maior de municípios e de pessoas, segundo resultados da pesquisa. O estudo também conclui que a atração e o incentivo para que indústrias “sujas” se instalem em Suape foi outro erro da proposta desenvolvimentista predatória, assim como a questão da empregabilidade de mão de obra local que deixa muito a desejar.

O Fórum recebeu apoio do Fundo CASA para defender e apoiar as populações tradicionais nativas que vivem no entorno do Complexo Portuário e Industrial, contra as injustiças sócio-ambientais que estão sujeitas com as instalações dos grandes empreendimentos implantados naquela região. Democratizar as informações sobre o modus operandi  das expulsões dos moradores atingidos e dar visibilidade as agressões do meio ambiente, com os desmatamentos do que resta ainda da Mata Atlântica, manguezais e restingas, e o envenenamentos dos mananciais (riachos e pequenos rios) que cortam a região.

Sem-Título-5

Saiba mais: http://forumsuape.ning.com/


Consolidação gradual para gerar mudanças: continuidade, resultados dos processos observados em organizações e suas comunidades, territórios, biomas e modo de vida.


O Fundo CASA acredita que a construção da democracia é um trabalho de consistência, paciência e solidariedade acima de tudo.  Também parte da premissa de que não há soluções para os grandes biomas sulamericanos sem o engajamento completo das populações locais, comunidades de base, organizações da sociedade civil organizada e fortalecida.  Portanto, seus apoios não são de projetos isolados e desconectados.

Ao longo de 10 anos, pode-se perceber muitos processos contínuos apoiados pelo Fundo CASA que consolidaram verdadeiros movimentos regionais legítimos.  Apoiando redes, alianças, fóruns locais, regionais e nacionais, assim como organizações individuais dentro desses coletivos, tem sido a receita mais eficaz para os apoios do Fundo Socioambiental CASA.

Esses coletivos e grupos locais obtém seus primeiros apoios do Fundo CASA, e ao longo do tempo vão tendo condições de acessar outros recursos, amadurecendo sua atuação e ganhando prestígio, reconhecimento, e representatividade.  Alguns exemplos históricos são:  FORMAD, FAOR, Fórum Carajás, FBOMS, IMV, Movimento Xingu Vivo, Movimento Tapajós Vivo, Forum Teles Pires, Associação Kisedje, Movimento Patagônia Sin Represas, e muitos outros.


Comunicação e Acesso a Informação: comunicar, participar, preservar e desenvolver.


Ferramentas de Comunicação para comunidade isoladas

O ribeirinhos da Associação Serra do Amolar e Barra do São Lourenço, localizadas no Pantanal (geograficamente isolada, a cidade mais próxima fica a 100 km de distância), instalaram uma antena e um rádio comunicador na escola da comunidade. Agora, a associação pode estabelecer contato com a cidade, receber informações sobre reuniões, pedidos de apoio em situações de emergência, tais como problemas de saúde, etc. Com o aumento da articulação, a associação foi capaz de chegar ao Conselho de Educação de Corumbá para reivindicar a reformar a escola que esteve fechada por oito meses, devido à precária infra-estrutura, a fim de receber de volta os alunos.  Obtiveram também placas solares para abastecer a escola de energia e manter canais de comunicação mais abertos.

A  Associação Cultural Rádio Comunitária Do Bairro De Ipanema foi apoiada para executar oficinas de Ecocomunicação: Comunicação, Democracia e Sustentabilidade Socioambiental.  O presente projeto surge como uma alternativa à lógica excludente dos veículos de comunicação de massa. A cobertura unilateral, fragmentada, pouco esclarecedora, quando não inteiramente tendenciosa que esses veículos reservam às temáticas da cidadania, da democracia na comunicação e da sustentabilidade socioambiental é o principal problema que o projeto pretende enfrentar.

Promoveu  oficinas de radialismo comunitário, com a produção de reportagens, edição e apresentação de programas tendo como foco a temática da sustentabilidade socioambiental nos contextos locais, para proporcionar aos envolvidos, sobretudo os jovens, a possibilidade de participar de uma experiência coletiva de produção cultural estimulando o protagonismo e a capacidade crítica em relação aos meios de comunicação. Ainda promoveu a sustentabilidade socioambiental e contribuiu na construção de uma ética da solidariedade, de respeito à dignidade humana contra a violência.


Sinergia e articulação das ações locais, regionais e nacionais: alianças e vitórias coletivas.


Rede Mangue Mar Bahia

O apoio do Fundo CASA para a criação da Rede Mangue Mar Bahia e para o acúmulo institucional do Movimento Cultural Arte Manha, localizado em Caravelas (BA), expandiu o alcance da articulação destas organizações. Elas uniram forças com outras instituições da Coalizão SOS Abrolhos, que foi vitoriosa na luta pela criação da Reserva Extrativista (Resex) de Cassurubá.

A Resex impediu a implementação de uma fazenda de camarão em Caravelas, que causaria um grande impacto ambiental sobre as populações costeiras e as regiões de reprodução de vida marítima, os manguezais.

Apoio a novos articuladores

A 4 Cantos do Mundo, localizado em Belo Horizonte (MG), e o Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais de Porto Alegre, são exemplos de ONGs formadas por jovens que recebem apoio do Fundo CASA. As instituições executam projetos inovadores e desenvolvem alternativas para o ambiente urbano: “Rede Terra Viva” no sul e o movimento “Como viver bem na cidade” e em Minas Gerais.  Além de práticas sustentáveis, esses jovens realizam um importante papel político por meio do trabalho em fóruns, coletivos e associações socioambientais.

ÁREAS DE ATUAÇÃO

Recent Causes

100% Complete (warning)
100% Complete (warning)
100% Complete (warning)